Textos

 

O Incomparável e Irrecusável Chamado de Cristo para Mulheres, por Thomas Vincent

 

[Excerto de O Chamado de Cristo Para Mulheres Jovens • Thomas Vincent]

“Ouve, filha, e olha, e inclina os teus ouvidos; esquece-te do teu povo e da casa do teu pai. Então o rei se afeiçoará da tua formosura, pois ele é teu Senhor; adora-o.” (Salmos 45:10-11)


Este Salmo é chamado de cântico de amores, o mais elevado, puro e espiritual, e mais querido, doce e deleitoso dos amores, ou seja, aquele amor que existe entre Cristo, o Amado, e Sua Igreja, que é a Sua esposa. Aqui é apresentado, em primeiro lugar, o Senhor Jesus Cristo em Sua majestade, poder e Divindade, Sua verdade, mansidão e equidade; e em seguida, a esposa é estabelecida no que diz respeito aos seus enfeites, companhias, auxílios, e posteridade. E ambos estão definidos no que diz respeito à sua amabilidade e beleza.

Depois de ser feita uma descrição de Cristo, um convite é feito à Sua esposa, e esta dentre filhos dos homens, chamados pelo nome de “filha”. Portanto, é particularmente aplicável às filhas dos homens, ainda assim, não como excluindo os filhos dos homens como mais do que quando Deus fala aos filhos dos homens, Ele exclui as filhas. Falarei agora as palavras e, a partir daí observarei esta doutrina, de modo tão abrangente quanto eu possa fazê-lo [...].

1. Cristo desposa e Se compromete com pessoas, para Si mesmo neste mundo. A cerimônia pública do casamento é reservada até o último dia em que Sua esposa deve ser trazida a Ele com vestes brancas e vestimenta de justiça perfeita, mais rica e minuciosa do que qualquer bordado. A festa de casamento será realizada na casa de Seu Pai no Céu, onde serão recebidos nos abraços mais próximos e mais apertados de Seu amor. O desposamento entre eles e o casamento é vinculado aqui...

Veja mais

Como Cristo é Totalmente Desejável?, por John Flavel

 

[Excerto da Obra Cristo, Totalmente Desejável • John Flavel • Editado]

“Sim, Ele é totalmente desejável.” (Cânticos 5:16)


Eu prometo mostrar-lhes em que aspectos Cristo é totalmente desejável:

Ele É Desejável Em Sua Pessoa

Primeiramente, Ele é totalmente desejável em Sua Pessoa: Ele é a Deidade habitando em carne (João 1:14). A maravilhosa, perfeita união da natureza Divina e humana em Cristo fazem dEle um objeto de admiração e adoração tanto para anjos quanto para os homens (1 Timóteo 3:16). Deus nunca apresentou ao mundo uma visão tal da glória antes. Considerem como a natureza humana de nosso Senhor Jesus Cristo é transbordante em todas as graças do Espírito, de tal forma como nunca nenhum dos santos foi preenchido. Oh, que amorável pintura isto retrata a respeito dEle! João 3:34: “pois não lhe dá Deus o Espírito por medida.” Isto faz dEle o “mais formoso do que os filhos dos homens; e a graça se derramou em teus lábios” (Salmo 45:12). Se uma pequena medida de graça nos santos os tornam doces e desejáveis companhias, o que as riquezas do Espírito de graça preenchendo Jesus Cristo sem medida devem torná-lO aos olhos dos crentes? Oh, que glória isto deve estabelecer sobre Ele!

Ele É Desejável Em Seus Ofícios

Em segundo lugar, Ele é totalmente desejável em Seus ofícios: consideremos por um momento a adequada, plena e consoladora natureza deles...

Veja mais

A Total Desejabilidade de Cristo, por John Flavel

 

[Excerto da Obra Cristo, Totalmente Desejável • John Flavel]


Jesus Cristo é a Pessoa mais amorável (desejável) a quem as almas podem lançar seus olhos. “Tu és mais formoso do que os filhos dos homens” (Salmos 45:2).

Ele É “Totalmente Desejável”

Aqui é dito de Jesus Cristo, o que não pode ser dito de nenhuma das meras criaturas, que Ele é “totalmente desejável” [...].

Consideremos esta excelente expressão, e particularmente reflitamos no que está contido nela, e vocês descobrirão esta expressão “totalmente desejável.”

Primeiramente, isto exclui de Jesus Cristo toda a desamabilidade e desagradabilidade. Co-mo um teólogo disse há tempos atrás: “Não há nada nEle que não seja amorável”. As excelências de Jesus Cristo são perfeitamente exclusivas de todas as suas oposições; não há nada de característica ou qualidade contrária encontrada nEle para contaminar ou desvalorizar a Sua excelência. E neste aspecto Cristo infinitamente transcende a mais excelente e amável das coisas criadas. Qualquer que seja a amabilidade encontrada nelas, não há nada sem desagrado.

Veja mais

Exortações Sobre a Necessidade da Busca Sincera Por Cristo, por John Flavel

 

[Excerto da Obra Excerto de Cristo, o Desejo de todas as Nações • John Flavel]


Deixe-me exortar e persuadir a todos a fazerem de Cristo o desejo e escolha de suas almas. Aqui eu apresento a extensão e desígnio do Evangelho: Oh, que eu pudesse efetivamente avivar esta exortação sobre os seus corações; deixe-me oferecer algumas considerações comoventes a vocês, e pode ser que Senhor as aplique aos seus corações.

1. Toda criatura naturalmente deseja a sua própria preservação; vocês não desejam a preservação de suas almas preciosas e imortais? Se vocês desejam, então façam de Cristo o seu desejo e escolha, sem o qual elas nunca podem ser preservadas (Judas 1).

2. As suas almas não desejam sinceramente os corpos em que eles vivem? Quão ternos são eles sobre elas, quão cuidadosamente eles proveem a elas? (Embora elas paguem um preço alto por aquelas habitações em que vivem). Não é a união com Cristo infinitamente mais desejável do que a união da alma com o corpo? Oh, desejosa união com Ele! Então as suas almas serão felizes, quando os seus corpos caírem com elas na morte (2 Coríntios 5:1-2). De fato, alma e corpo serão felizes nEle, e com Ele por todo o sempre.

3. Como os homens deste mundo devotam a si mesmos aos deleites do [mundo]? Eles bramam pelo pó da terra; eles levantam cedo, e repousam tarde, comem o pão do cuidado; e tudo isto por vaidade, de fato; um mundano fará mais pela terra do que você pelo céu? Será a criatura tão sinceramente desejada, e Cristo tão negligenciado?

Veja mais

TEMAS

AUTORES

ARQUIVOS

INSCREVA PARA RECEBER
NOSSAS ATUALIZAÇÕES: