Textos

 
1  2  3  >  > >

Confissões de Fé Nos Ajudam a Obedecer a Mandamentos Bíblicos, por Thomas Nettles

 

Um Duplo Dever

 

Duas expectativas consistentes do Cristianismo bíblico — a declaração e a proteção da pureza da fé — deram origem às confissões. À parte de alguma declaração do conteúdo da Fé, ninguém pode fazer uma profissão convincente de fé pessoal. O coração crente proclama sua confiança tanto na Pessoa quanto na verdade que salva. Romanos 10:9-10 inclui ambos: “Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação”. O credo da justificação através da obra completa de Cristo, ao qual o coração dá o seu assentimento, é expresso publicamente pela submissão ao senhorio de Cristo. Antes que possa confessar, ele deve entender e acreditar. Quando alguém confessa, deve confessar verdades que previamente haviam adentrado em seu coração. Portanto, a fé não é somente uma questão de coração, mas ela concorda cordialmente com a proposição testável de que “Deus o ressuscitou dentre os mortos”.

Veja mais

Aquele que Confessa e Aquele que Não Confessa, A Confissão de Fé de João, por Thomas Nettles

 

As diferenças teológicas substanciais que começaram a surgir nos dias dos apóstolos fizeram com que eles desenvolvessem declarações confessionais curtas e concisas que resumissem elementos vitais do ensino apostólico. Estes serviram de ponto de divisão entre os que professavam a verdade e os que professavam o erro. O apóstolo João encontrou alguns professos infiltrados na igreja que ensinavam que Jesus era apenas um espírito que parecia estar em um corpo verdadeiro. Outros ensinaram que Jesus era apenas um homem que serviu por pouco tempo como um veículo para a presença e o ensino de que um espírito divino o deixou pouco antes dEle morrer.

 

A fim de expor os professos de ambos os erros, João apresentou uma declaração confessional simples, mas altamente evocativa: “Todo o espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; e todo o espírito que não confessa que Jesus Cristo veio em carne não é de Deus”. (1 João 4:2-3). A parte negativa dessa confissão toma o contexto da primeira parte, isto é, não é de Deus quem não confessa que o homem chamado Jesus é o Cristo que veio em carne.

 

1. Significa que temos comunhão com o Pai

 

Essa confissão resume muito do ensino básico que João enfatizou ao longo desta carta. Ao mostrar que Deus, o Filho, Jesus de Nazaré e o Cristo prometido eram todos a mesma pessoa desde o ponto de sua concepção, João encheu sua curta epístola com uma pertinente e fértil fraseologia. Nossa comunhão é com “Pai, e com seu Filho Jesus Cristo” (1:3). O homem que eles conheciam como Jesus existiu eternamente como o Filho de Deus e veio ao mundo em cumprimento de todas as profecias messiânicas, para efetuar nossa comunhão com o Pai.

Veja mais

Devocional Banco da Fé • 2 de Fevereiro

 

Cresça

 

“E saireis e saltareis como bezerros da estrebaria.” (Malaquias 4:2)

 

Sim, quando o sol brilha, o doente sai do seu leito e caminha para respirar ar fresco. Quando o sol traz a primavera e o verão, o gado sai de estrabaria e busca pasto nos montes mais elevados. Assim, quando temos comunhão consciente com o nosso Senhor, deixamos a tenda do desânimo e andamos pelos campos da confiança santa. Subimos para as montanhas da alegria e nos alimentamos das pastagens doces que crescem mais perto céu, ao invés das forragens dos homens carnais.

 

“Sair” e “crescer” é uma promessa dupla. Ó minha alma, deseje desfrutar das duas bênçãos! Por que tu ficarias presa? Levanta-te e anda em liberdade. Jesus diz que as Suas ovelhas entrarão, sairão e acharão pastagem; então, vá em frente e se alimente nos ricos campos de amor infinito.

Veja mais

Devocional Banco da Fé • 1 de Fevereiro

 

Nunca se Desespere

 

“Mas para vós, os que temeis o meu nome, nascerá o sol da justiça, e cura trará nas suas asas.” (Malaquias 4:2)

 

Isso foi cumprido uma vez no primeiro advento do nosso glorioso Senhor, e ainda terá uma realização mais plena na Sua segunda vinda, essa palavra graciosa é também para o uso diário. Leitor, você está em escuridão? A noite se transforma em uma escuridão mais densa? Ainda assim, não vamos nos desesperar: o sol ainda nascerá. Quando a noite estiver mais escura, o amanhecer estará mais próximo.

 

O sol que nascerá não é de um tipo comum. É o Sol — o Sol da Justiça, do qual cada raio é santidade. Aquele que vem para nos vivificar, vem sob a forma de justiça, bem como de misericórdia, não vem violando nenhuma lei, e vem para nos salvar. Jesus revela tanto a santidade de Deus quanto o Seu amor. Nossa libertação, quando vier, é segura, porque Ele é justo.

 

Nossa única pergunta deve ser: “Nós tememos o nome do Senhor? Nós reverenciamos o Deus vivo e andamos nos Seus caminhos?”. Então para nós a noite será breve; e quando a manhã vier, toda doença e dor da nossa alma terminarão para sempre. 

Veja mais

Devocional Banco da Fé • 25 de Janeiro

 

Deus Age Diante da Confissão Sincera

 

“Olhará para os homens, e dirá: Pequei, e perverti o direito, o que de nada me aproveitou. Porém Deus livrou a minha alma de ir para a cova, e a minha vida verá a luz.” (Jó 33:27-28)

 

Esta é uma palavra verdadeira, reunida a partir da experiência de um homem de Deus, e é equivalente a uma promessa. O que o Senhor fez, e está fazendo, Ele continuará a fazer enquanto o mundo existir. O Senhor receberá em seu seio todos os que vierem a Ele com uma confissão sincera do seu pecado; na verdade, Ele está sempre à procura de descobrir qualquer pessoa que esteja em aflição por causa dos seus pecados.

 

Não podemos confirmar a linguagem usada aqui? Será que não pecamos pessoalmente, para que possamos dizer: “eu pequei”? Nós pecamos voluntariamente, depois de pervertermos o direito? Pecamos de modo a descobrir que não há nenhum proveito nisso, mas uma perda eterna? Então, vamos a Deus com este reconhecimento sincero. Ele não pede mais do que isso. Nós não podemos fazer menos do que isso.

Veja mais

TEMAS

AUTORES

ARQUIVOS

1  2  3  >  > >

INSCREVA PARA RECEBER
NOSSAS ATUALIZAÇÕES: