E-books

5 Benefícios de Cultuarmos em Família Regularmente, por Tom Ascol

5 Benefícios de Cultuarmos em Família Regularmente, por Tom Ascol




Ao longo dos anos, tenho perguntado a grupos de adultos Cristãos quantos deles cresceram em lares onde havia culto familiar regular. No início foi raro encontrar pessoas (tipicamente da minha geração ou mais velhas) que responderam afirmativamente. Nos últimos anos, o número de respostas positivas aumentou dramaticamente — quase exclusivamente as gerações mais novas de crentes. Essa é uma indicação esperançosa e encorajadora de que uma reforma bíblica está ocorrendo.

O culto familiar regular é valioso e traz muitas bênçãos para pais e filhos. Aqui estão cinco benefícios que tenho observado.

1. Planejar regularmente períodos para ler a Bíblia, cantar e orar juntos como família ajuda a estabelecer uma espiritualidade saudável no lar. Quando a Escritura é regularmente lida e discutida, quando os salmos, hinos e cânticos espirituais são regularmente cantados e quando a oração é regularmente oferecida ao Senhor, não é estranho ou mesmo incomum ter conversas espirituais a qualquer momento. Muitas vezes, eventos, conversas e atividades que inevitavelmente ocorrem no curso da vida familiar naturalmente se relacionam com uma parte da Escritura recentemente lida ou discutida. A aplicação do ensino bíblico é mais prontamente feita quando a própria Bíblia é frequentemente lida em conjunto. As perguntas sobre assuntos espirituais não parecem fora de lugar quando a verdade espiritual é regularmente discutida em uma família.

2. O culto familiar é uma ótima maneira para os pais evangelizarem e discipularem seus filhos. Deus coloca essa responsabilidade diretamente sobre os ombros dos pais quando a Escritura nos instrui a criar nossos filhos “na doutrina e admoestação do Senhor” (Efésios 6:4). Sim, isso significa que os pais devem cuidar para que seus filhos sejam consistentemente integrados na vida de uma igreja biblicamente saudável e estejam regularmente sob a pregação e o ensino da Palavra de Deus naquela igreja. Mas também significa que os pais devem estar diretamente envolvidos em ensinar aos filhos a verdade sobre Deus a partir da Escritura. Como Moisés instruiu os israelitas: “E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; e as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te” (Deuteronômio 6:6-7). Os pais são responsáveis por treinar espiritualmente seus filhos e o culto familiar regular ajuda tremendamente nesse esforço.

3. As crianças podem aprender a adorar corporativamente com outros crentes, ao adorarem consistentemente o Senhor em suas casas. Isso não significa que o culto familiar terá a mesma formalidade da adoração na igreja, mas isso significa que os pais podem mostrar às crianças a importância de estar atentos e reverentes quando a Palavra de Deus está sendo lida, quando o louvor é oferecido a Deus através de cânticos e quando Ele está sendo abordado na oração. A reverência e a atenção são traços que devem ser aprendidos e os pais sábios sabem que seus filhos não os adquirirão naturalmente. É muito mais fácil ensinar as crianças como e por que elas devem ser reverentes nas reuniões do Dia do Senhor na igreja se essas mesmas lições estão sendo reforçadas no ambiente familiar da casa durante a semana. Como pastor, sempre sou encorajado quando vejo os pais assumirem essa responsabilidade seriamente, pois sei que seus filhos estão sendo ensinados a adorar o Deus vivo.

4. O culto familiar regular oferece aos pais oportunidades naturais para encorajar seus filhos a falar sobre suas vidas espirituais internas. “O que essa passagem da Escritura significa para nós hoje?”, “Como devemos responder ao que Deus diz?” e “Você realmente acredita nisso?”. Essas perguntas podem ser pensadas e espontaneamente feitas nessas ocasiões. Os pais podem sugerir como responder à Palavra de Deus oferecendo suas próprias respostas honestas. À medida que as crianças veem seus pais dependendo da graça de Deus, humildemente confessando o pecado e confiando em Cristo, elas serão encorajadas a expressar seus próprios pensamentos, medos, esperanças e desejos. Elas também aprenderão como pedir oração e orar pelos outros.

5. A adoração regular em família proporciona uma oportunidade de testemunhar a verdade e o poder do Evangelho aos convidados em sua casa. Ao mostrar hospitalidade a vizinhos, amigos ou familiares, o ritmo regular do culto familiar não deve ser abandonado. Se é um padrão estabelecido em sua casa, então será natural praticá-lo, mesmo com convidados presentes. Isso deve ser conduzido com sabedoria e humildade, de modo a não se transformar em uma exibição de justiça própria ou de algo condenatório. Uma pergunta simples pode muitas vezes ser suficiente para evitar isso. “Nós normalmente tomamos alguns minutos nesse período para ler a Bíblia, cantar e orar como família. Você se importaria se fizéssemos isso juntos?”. Quando as famílias regularmente adoram a Deus em suas casas e praticam regularmente a hospitalidade, essa oportunidade se apresentará frequentemente.

Estes são cinco benefícios do culto familiar que eu tenho visto e experimentado ao longo dos anos. Que outros você acrescentaria à lista?
 


INSCREVA PARA RECEBER
NOSSAS ATUALIZAÇÕES: